sábado, 12 de maio de 2012

sera que sou mesma fiel ??

Olá, meu nome é Solange, sou médica. Moro no Rio de Janeiro, zona norte (RJ), sou casada, meu marido também é médico, temos dois filhos. Não sei se posso dizer que traí meu marido, acredito que não, mas cada um pode tirar suas próprias conclusões. Tenho um vizinho, gente boa que me ajuda muito em coisas pessoais, principalmente informática, onde sou leiga e sempre que posso faço consultas pra ele também, nada de cobrar. Ele é da minha faixa de idade, bonito, charmoso, meio fora de forma, mas bem legal. Acontece que um belo dia ele me disse que tinha uma coisa pra me dizer, mas que estava com vergonha, perguntei o que era e ele meio que sem jeito acabou dizendo que tinha um carossinho, bem pequenininho, mas que estava na parte de baixo do saco, entre o ânus e o saco. Queira que eu examinasse. Eu disse que não haveria nenhum problema, mas ai as coisas começaram a ganhar outros contornos, ele disse que tinha mais um probleminha, que não conseguiria me deixar tocar nele sem ficar com o pênis ereto, falei que tudo bem, que isso era normal, normal até demais, já que sou médica e já havia administrado problemas como esse diversas vezes. Disse que iria a casa dele uma hora e daria uma olhada sem problemas, ele ai pediu pra eu ir quando a esposa dele não tivesse em casa, ela não entenderia tal solicitação. Um belo dia, ele me interfonou e disse que estava sozinho, se eu podia ir lá, acertou na mosca, tava sozinha e de bobeira, alias, coisa rara. Fui lá toquei a campainha e ele abriu, vi que estava mais sem graça do que nunca, mas eu nem me importei, achei até graça, ele havia acabado de sair do banho e disse que fez isso pensando em mim, não queria estar sujo pra eu examinar ele, até agradeci e fomos pro quarto, ai ele disse que tinha mais um probleminha, quando ele se excitava, dava uma dor nos testículos que enquanto ele não gozasse não passava, fiquei pálida, apesar de saber que isso também é super normal em homens, mas disse que ele poderia ir ao banheiro depois que eu o examinasse. No quarto ele deitou na cama, estava de short, baixou o short e apareceu um cacete enorme, uns 20Cm grande e grossa, pela primeira vez fiquem vermelha, apesar da minha experiência de vida, não conhecia nada daquele jeito, sei que existem bem maiores pelo que já vi contar, mas era fiel ao meu marido e só conhecia o dele que tinha no máximo 15 Cm. Casei virgem, imaginem. Me recompus logo, peguei aquela pica na mão, confesso que achei linda e já estava dura como ferro, examinei, levantei, massageei com os dedos até encontrar o tal carossinho, era uma resquício de uma reação cirúrgica, ele havia feito uma cirurgia simples. Dei o diagnostico na hora, tudo não levou mais de 10 minutinhos. Ai ele disse que não se agüentava mais com dor nos testículos, disse que poderia ir no banheiro e ele me pediu pra bater uma punheta pra ele, me neguei de pronto, mas ele insistiu, disse que sabia que ele faria isso no banheiro e que achava super normal, mas ele implorou, suplicou, fiquei com pena e aceitei, confesso que já estava meio com vontade, mas nunca trai meu marido, vivo bem com ele e queria que continuasse assim. Acabei batendo uma punhetinha pra ele, devagar, pra fazer ele gozar, e ele queria mais, eu já estava com a xoxota ensopada, mas lúcida suficiente pra não estragar meu casamento. Ele revirava os olhos e gemia baixinho, pedindo pra eu acelerar os movimentos, e eu ia acelerando, querendo que ele gozasse logo. E ai ele pediu pra eu mamar, não quis ele insistiu pra que eu desse ao menos um beijinho, insistiu e eu acabei dando um beijinho na pica dele, tipo uma bitoquinha, ele reclamou, disse que em pica se beija devagar, com carinho, e eu já sabia que ele ia insistir, baixei, dei beijinhos leves na cabeça da pica dele, passei a língua no orifício da cabeça e já sabendo que ele ia querer mais, abocanhei a cabeça e fui descendo, até onde deu, mas abocanhei mais da metade, ele ainda teve coragem de pedir mais, pediu pra eu fazer um vai-e-vem levando na garganta, eu já estava ali mesmo, não me custava mais nada e mal comecei o vai-e-vem e levei uma grande esporrada na garganta, quando ele ia gozar o safado empurrou mina cabeça pra baixo e foi muita porra que levei na garganta, não gosto de engolir porra, nunca engoli do meu marido, mas não teve como deixar de engolir um pouco, achei que engoli até demais, mas botei muita porra pra fora, em cima dele. Não reclamei do que ele fez, até gostei, tava excitada e não seria pra menos, mas o safado sabia que ia gozar e fez de maldade. Depois disso, ele queria porque queria me comer a xoxota, mas não deixei, não deixei mesmo, esta era só do meu marido. Ele ainda pediu pra eu limpar o pau dele com a boca, aceitei pra quem já havia mamando como eu não me custava nada, já tava toda lambuzada mesmo, abocanhei aquela pica de novo, desta vez com mais prazer e mamei ate limpar ela todinha, até mesmo engoli mais um pouquinho, mas desta vez porque eu quis e ele gemia alto. Fui ao banheiro, me limpei e disse que ia embora, não me fiz de irritada, não estava, mas não queria dar pra ele, queria continuar fiel ao meu marido. Daí pra frente aceitei ir lá de vez em quando pra dar uma examinada no tal carossinho, pra saber se não cresceu, sempre acabava da mesma forma, levando esporrada na garganta. Mas nunca dei pra ele, ele nunca me comeu, daí achar que sou fiel até hoje. A única coisa que eu fiz que achei errado, foi ter ido lá uma vez só pra levar esporrada e fui eu quem quis. Continuo não bebendo a porra do meu marido, mas dele to aprendendo a gostar, tem um algo mais. Neste dia nem examinei nada, sabia que a esposa dele não estava em casa, toquei a campainha, tirei a pica dele pra fora na cozinha mesmo, cai de boca, e levei nova esporrada na garganta, estava doida de tesão, pela primeira vez tentei engolir tudo, não consegui, caiu um pouco no chão, mas pela primeira vez não teve enganação, fui querendo mamar e manei. Ele não entende por que eu não dou pra ele, e eu disse que era fiel ao meu marido e não ia dar nunca pra ele nem pra homem nenhum. Ele disse que é doido pela minha bunda que é realmente bonita e agrada geral e ainda quer chupar meu grelo, já decidi que da próxima vez vou deixar ele chupar, mas só chupar, quero gozar na boca dele e ele na minha, talvez um 69, mas comer minha xoxota nunca, ela é só do meu marido. E eu sei que continuo fiel a ele.

o pedreiro me comeu

Oi meu nome é Milene sou casada há 1 ano, e até aquele dia nunca havia traído meu marido nem mesmo quando éramos noivos. Eu sou loira, 1,70m 50k seios médios e bundinha arrebitada, olhos castanhos claros e pele bronzeada. Um mês após o casamento meu marido resolveu fazer uma pequena reforma na nossa cozinha, e chamou o pedreiro de confiança dos seus pais, o seu José ( nome fictício), para fazer o serviço. No dia combinado como de costume toda manhã eu tomei o café com meu marido e como sempre eu estava bem à vontade com uma camisolinha transparente e uma calcinha fio dental. Terminamos o café e me despedi do meu marido e voltei para a cozinha, 5 minutos depois a campainha toca achei que era o Wilson (nome fictício) pensei que ele tinha esquecido alguma coisa e a chave de casa como de costume, para a minha surpresa quando abri a porta naqueles trajes era o seu José 1 hora e meia adiantado, fiquei vermelha de vergonha, ao me deparar com aquele homem negro e já com uma certa idade, ele aparentava uns 65 a 70 anos. Ele me deu um bom dia em um tom malicioso e eu meio sem jeito respondi, ele me perguntou onde era o serviço eu disse a ele que era na cozinha mostrando o caminho para ele, que gentilmente me disse ¬¬depois da senhora fui na frente dele vermelha de vergonha e imaginando como ele estava se deliciando vendo minha bunda que modéstia parte é deliciosa e da forma como eu ando rebolando ele devia estar delirando. Mostrei pra ele o lugar e perguntei por que ele havia chegado tão adiantado e fiquei sem resposta, então perguntei se eu poderia usar a pia e ele disse que não, então peguei toda a louça do café e levei para a área de serviço e pude perceber que ele me comia com os olhos foi quando resolvi brincar um pouco com a situação e propositalmente deixei cair uma colher no chão e me abaixei para pega-la, e pude ver que ele deu uma boa olhada fui para a área de serviço e comecei a lavar a louça e resolvi arrebitar mais minha bundinha. Foi quando senti aquelas mãos ásperas nas minhas pernas e seios, estremeci toda ele me encoxava me apertando contra o tanque e sussurrou no meu ouvido você esta louca por uma rola não é, mas puta casada como você eu só como o cuzinho, senti um misto de tesão e medo eu nunca tinha traído meu marido tão pouco feito sexo anal. Então ele começou a me despir e a me lamber todinha me colocou de joelhos abriu o zíper da calça tirou aquele pau meio mole e enrugado pra fora e enfiou na minha boca eu comecei a chupar como uma desesperada por rola aquela foi endurecendo conforme eu chupava e quando já estava totalmente dura, eu quase não conseguia chupar mais pois era tão grande e grossa eu nunca tinha visto um pau como aquele então ele me colocou d4, abriu minha bunda deu uma cuspidinha no meu cú e colocou a cabecinha bem na portinha me segurou pelos cabelos e meteu com toda força parecia que meu anus ia rasgar eu gritava de dor e conforma ele metia eu ia me acostumando e a dor foi dando lugar a um prazer tamanho que eu rebolava e gemia como nunca e ele metia cada vez mais forte eu sentia algo escorrendo pelas minhas coxas minhas pernas estavam amolecendo ele metia e dizia puta ta gostando hein cadela que cuzinho gostoso de repente ele parou me mandou ficar de joelhos novamente me segurou pela cabeça e mais uma vez meteu o pau na minha boca me fazendo chupar ate ele gozar na minha boca. Parecia que aquele homem não comia ninguém a muito tempo porque era tanta porra que escorria pelos cantos da minha boca depois de gozar ele me mandou abrir a boca e mostrar a porra pra ele eu comecei a brincar com a porra na minha boca como se fosse um chiclete depois de brincar um pouco ele me mandou engolir então ele simplesmente guardou o pão fechou o zíper e me largou nua no chão da área de serviço no dia seguinte eu fui recebe-lo nua. Esta foi minha historia espero que tenham gostado

terça-feira, 1 de maio de 2012

um homem que conhecemos no bate papo comeu minha mulher

.Bem vamos ao nosso novo relato ,como sabem sou frissurado em bate papo da uol e sempre que encontramos alguem interssante não deixo de saber se a pessoa seja ela homem ou mulher se ela gosta de uma boa sacanagen ,e foi assim com um amigo chamado paulo de uma cidade visinha da nossa o papo começou nos tratando como casal poren paulo me falou que sua mulher estava viajando aquele dia mas ele tava muito afim de uma sacanagem aquele dia com um casal legal ,eu logo disse é nois rsrsrs,ele ficou de bobeira e não acreditando como topei tão rapido de fazer um menagem sem sem falar com minha mulher,era uma sexta feira e como todo mundo sabe sexta feira e dia de sexo avontade ne.paulo perguntou se eu não teria de confirmar antes com minha mulher ,eu disse a ele que bastaria um telefonema e tudo estaria resolvido ,ele duvidou e me disse que gostaria muito se a mulher dele fosse assim topase qualquer lance assim de bate e pronto ,e ai eu disse a ele que minha mulher era uma putinha bem safadinha ,que somos um casal liberal e adoramos uma sacanagem ,a tres, a quatro ou mais pessoas ,o importante é estar sempre juntos ,tanto no menagem masculino como no feminino ,somos um casal cumplices de nossos desejos e fantasias ,ele adorou a ideia.E ai combinamos a hora e o local do encontro ,tratamos tudo direitinho ,ao chegar em casa ,minha mulher ainda não tinha chegado do serviço mas logo logo ela chegou ,me deu um beijo ,e me perguntou se eu tinha arrumado uma pica diferente pra ela ,já cheia de tesão ,eu disse a ela que sim ela ficou doida ,eu disse a ela tambem que nos mais novo amigo comentou que adora chupar uma buceta e naquele dia ele tava com muita vontade de chupar uma .Não deu outra ela foi logo pro banheiro se banhar ,depois se arrumou cheia de tesão na buceta ,colocou uma calcinha fio dental,uma blusa bem decotada mostrando bem os peitões grandes e bicudos ,uma calça de malha que deixava bem a mostra seus contornosde suas cochas grossa e sua bunda grande e empinada sem dizer a marca que fazia na altura da buceta que parecia ate um caput de fusca ,e uma sandalha alta ,minha mulher tava uma putona muito gostosa dogeito que todo corno que se preze gosta de ver e ai era so irmos para o encontro .Meia hora depois ja estavamos nos encontrando ,deixei meu carro no estacionamento e fomos em direção do motel no carro de paulo pois seu carro era mais insufilmado doque o meu ,e ai sim rumamos para o abate ,ao chegarmos no motel Anderson caiu de beijos e abraços em minha mulher ,eu adorei a situação ,depois Anderson pediu um tempo e foi tomar banho pois estava muito calor e ele estava muito suado ,tudo bem enquanto isso eu como um bom corno fui preparar minha mulher para ser comida por aquele cara grandão ,pois Anderson e um cara alto meio gordinho mais tambem forte ,voces vão ver nas fotos ao acabarem de ler esse conto ,tirei toda a roupa de minha mulher dando beijos de tesão em sua boca ,deixei ela so de calcinha ,queria ver paulo tirar ,liguei o ar condicionado ,uma musica ambiente e por final preparei a maquina fotografica eu queria registrar aquela foda em todos os angulos .Tudo pronto e paulo sai do banheiro se secando ,minha mulher vibrou quando viu aquela picona grande de ums 20cm dura e grossona ate balançando de tesão .paulo sentou na cama e me olhou tipo me pedindo permissão eu então disse a ele se sirva avontade amigo que essa bucetinha ja ta molhadinha ,e ai paulo começou abeijar e a chupar minha mulher que gemia gostoso sendo chupada nos peitos por Anderson e ao mesmo tempo minha mulher pegava na picona de paulo e punhetava com gosto ,ela tava doida pra entrar naquela picona ja que tinha tempo que ela não entrava numa pica diferente a algum tempo e aquele dia ela ia se enfartar com aquilo tudo ,foi ai que ela deu um geito e colocou tudo aquilo na boca ,minha mulher adora fazer um boquete ,chupa muito uma pica por um bom tempo se o cara não se segurar gosa na boca dela ,paulo fechava os olhos e gemia gostoso sendo chupado por minha mulher ,eu registrava tudo aquilo com a pica muito dura tambem ,Anderson elogiava minha mulher ,dizia que ela chupava muito gostoso ,paulo as vezes pra não gosar tirava a pica da boca de minha mulher e batia com aquela picona na carinha de minha mulher ela gemia e pedia mais e mais e ele fazia isso toda hora ,ele socava a pica na boca de minha mulher como se estivesse metendo na buceta dela ,era demais asistir aquilo tudo e fotografar ,ele chamava ela de putinha safada,e ela delirava com aquela picona na boca,ate não aguentando mais e minha mulher pede a paulo como uma putinha faminta EU QUERO PICA SEU PUTO e paulo dizia a ela ainda quero chupa essa buceta e seu grelo sua putona ,ela geme mais alto e abre as pernas pra paulo e pede CHUPA SEU SAFADO GOSTOSO QUE VOU GOSAR MUITO NA SUA BOCA paulo caiu de lingua na buceta de minha mulher,chupava muito o grelo e enfiava alingua dentro da xota dela que gritava e dizia pramin que ele sabia chupar uma buceta que ele era muito gostosoe pela visão que eu tinha via a lingua de paulo chicotear dentro da buceta de minha mulher seguidamente ,ela delirava de tesão e eu tambem ja não aguentava aquela situaçãoe coloquei minha pica na boca de minha mulher que chupava gostoso,era demais sentir a boca de minha mulher me chupando e ver outro macho chupando sua buceta com muito gosto e ela gosando toda hora era demais aquela visão,e ai chegou a hora de minha mulher engolir aquela picona ,ele colocou a camisinha e direcionou pra buceta de minha mulher que não teve dificuldades de engolir tudo aquilo pois estava pra la de lubrificada com seu tesão e com a saliva de paulo que a chupou muito ,aquilo deslisou tudo pra dentro da buceta de minha mulher que gemia gostoso e me dizia oquanto paulo era gostoso ,fuderam por um bom tempo eu fotografava tudo e de vez enquando eu colocava minha pica na boca dela ,coisa essa que ela adora chupar uma pica e ser fudida por outra com foça do geito que paulo fazia ,era demais aquela cena tava muito gostoso.Anderson fudeu minha mulher de todas as posições possiveis mais a posição que mais gosto de ver ela fuder é quando ela sobe emcima pra cavalgar encima da pica eu ador asistir a pica entrando e saindo do bucetão de minha mulher foi demais e derrepente os dois deram um berro ,os doi gosaram juntinhos foi demais se beijaram e se abraçaram finalizando aquel foda de sexta feira ,enqunto paulo foi tomarosta de fuder banho pra irmos embora ainda fudi minha mulher gostoso como todo corno gosta de fuder e gosar gostoso naquela bucetinha babadinha de outro macho.espero que tenham gostado.