domingo, 8 de maio de 2011

porra de outro na calcinha da minha mulher.

que droga ela ja me traiu outra vez, veio novamente com a calcinha melecada. esta semana ja é a segunda vez. e ela não faz questão de esconder, pelo contrario, para ela isso não passa de uma doce vingança, tudo começou a 3 meses a tráz, era um sabado, cheguei tarde em casa ela me esperava sentada no sofá , na sala de visitas,
--onde o senhor andou?
perguntou ela de um jeito autoritário, e você sabe que quando agente apronta
uma pergunta feita assim, de sopetão, deixa-nos sem ter oque responder,
-por ai , respondi sem nenhuma convicção de que ela estivesse acreditando seja lá qual fosse a resposta,
-por ai é muito vago, então eu vou lhe dizer onde o senhor estava;
com a vadia da margarida, que eu pensei que fosse minha amiga e que descobri que esta dando pra você,
gelei. devo ter perdido a cor.-com a margarida? respondi gaguejando. você ficou louca?
a discussão foi ficando cada vez mais acalorada e em determinado momento , sob pressão confessei, ; sim, estava com ela e dai?
-e dai que você não conhece uma mulher magoada, traida, a partir de hoje eu vou me tornar uma nova mulher, esqueça de sexo comigo, vou me vingar de tuas traições, que sei que são muitas,
não dei muito atenção as ameaças de vinganças. mais apartir daquele dia ela nunca mais transou comigo, pior. sua vingança me fere. me magoa profundamente, ela começou a sair com seus amigos, a transar com eles e não faz questão alguma de esconder suas trepadas, quatro dias depois da nossa briga ela chegou em casa era quase uma hora da manha. cheirava bebida, porra, homem. vi no seus cabelos resto de esperma. tirou toda sua roupa e deitou-se nua feichando a porta do nosso quarto.










deixou suas roupas espalhadas pelo banheiro. fui recolhê-las e vi sua calcinha vermelha cheia de manchas brancas. era porra de outro homem. de quem seria?

-no dia seguinte, quando ela levantou perguntei onde tinha andado na noite anterior, e ela, sarcasticamente, e sem mais demoras respondeu:

--no motel, meu bem. gozei como nunca. o marcelo me comeu inteirinha e eu chupei ele todo. alias, o pau dele é mais gostoso que o seu,

dei um murro na mesa, levantei e fui trabalhar, eu não conseguia acreditar que um dos melhores amigo meu tivesse fodido com a mulher que eu vivia a mais de 10 anos, liguei para o marcelo, sua secretaria atendeu e passou a ligação, pude perceber um certo nervosismo na voz do marcelo, para não dar chance de ele negar fui logo dizendo:

--e ai, marcelo, como foi a trepada com a andreia ? primeiro ele quis desconversar, tentou negar ai eu afirmei:

-não adianta negar, meu caro. ela mesma me contou,

-desculpe, amigo, disse ele, eu bebi um pouco e perdi o controle. então era verdade. minha últimas esperanças que fosse um blefe de andreia ia por terra, ela realmente tinha trepado com ele.

depois do marcelo minha mulher se vingou-se com outro amigo meu: mateus, cesar, orlando, mario, e ate com um negrão famoso pelo tamanho do seu instrumento, o nome do negrão é...[ não vou falar, pois fica meio facio de indentifica-lo] vou colocar só a inicial do primeiro nome do negrão: "D" nesse dia que ela deu para o "D" chegou em casa mais exibida do que nunca, eu como sempre, esperando no sofá, quando ela chegou risonha e feliz e perguntou para mim:






-sabe quem fudeu a buceta da sua mulher hoje?

o "D" aquele negrão seu conhecido,

fiquei meio sem fala, sem saber oque dizer,

você não teria a coragem de fazer isso, afirmei curioso e preocupado com a resposta,

-não? então você vai ver, ergueu o vestido, abaixou a calcinha e me mostrou o rabo aberto, um buraco emorme, redondo, avermelhado.

-você deu o rabo para o "D"?, perguntei horrorizado,

-ele preencheu meus 3 buracos, respondeu ela, levei na boceta, no cu, e na boca, ainda tem porra no meu cu,

-sem camisinha perguntei assustado,

-não deu tempo nem de pensar em camisinha, foi no carro , la não tinha camisinha,

o filho da puta do negrão havia feito barba, cabelo e, bigote, arrombou ela todinha,

e assim tem passados meus dias, desgostoso, deixei de comer a margarida, minha mulher anda dando para um monte de homens, eu só estou na base da punheta,

dia destes, conversamos sobre o assunto, eu ja não aguento mais sem sexo, ela me fez uma proposta:

posso trepar com quer quiser, inclusive com ela, desde que eu não incomode com as trepadas dela, ela quer foder comigo e com mais um homem, não sei como fazer, não conheço ninguem que pudesse levar para nossa cama,

os amigos eu não quero, pois acho que fica muito chato, e um desconhecido é meio dificio de arranjar, como é que vou falar para o cara: quer comer minha mulher?


se alguem tiver uma sugestão eu aceito, coloque nos comentarios,











8 comentários:

  1. eu vou te ajudar quero fuder com ela me liga sou de guaxupe 35 9140 48 97

    ResponderExcluir
  2. melhor um amigo seu que ja papou sua mulher do que um estranho eu e minha mulher somos assim trepamos com nossos amigos e uma delicia so de vc ver sua esposinha sendo penetrada por outro vc vai as nuvens imagina so o praser que sua esposa tera isso e o melhor presente que um homen da pra sua esposa

    ResponderExcluir
  3. minha mulher tbem faz isso mas eu agora assito de perto é muito bom

    ResponderExcluir
  4. Sou do rio de janeiro me liga que eu como ela 959*24164

    ResponderExcluir
  5. quem quiser casal ou so mulher me liga 970514706 sp

    ResponderExcluir
  6. Oi tenho,1,85 de altura, 90 quilos de músculos, pauzão grande e muito grosso, meu whats 947014939, moro em Osasco SP

    ResponderExcluir
  7. Procuro um casal na região de Holambra SP para troca de casal

    ResponderExcluir
  8. Procuro um casal na região de Holambra SP para troca de casal

    ResponderExcluir